O G7 (EUA, Japão, Alemanha, Reino Unido, França, Canadá e Itália) chegou ontem a um acordo, onde visa aderirir medidas conjuntas para estabilizar o sistema financeiro internacional.

As duas principais ações são a compra por participações em bancos privados e a compra dos títules deles com dinheiro públicos.