O MEC (Ministério da Educação) estuda autorizar diplomados em cursos variados a exercer a profissão de jornalista. Fernando Haddad, minstro da educação, pretende discutir as diretrizes dos cursos oferecidos na área que passarão por uma supervisão.
O ministro afirma que, através de financiamentos educacionais, pretende conter a “enxurrada” de profissionais formados anualmente pelas uiversidades, o que desvalorizou a profissão.
Sérgio Murillo de Andrade, presidente da Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas), diz que a proposta é “inoportuna’, que foi criada por quem está longe da realidade da profissão. A ANJ (Associação Nacional dos Jornalistas) não comenta o caso, porque está sob exame do STF.

Fonte: FolhaSP
Observatório da Imprensa